Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Alemanha inicia reabertura do pequeno e médio comércio

Lojas até 800 metros quadrados com autorização para voltar a abrir as portas.
Ricardo Ramos 21 de Abril de 2020 às 09:34
Alemanha inicia reabertura do pequeno e médio comércio
Alemanha inicia reabertura do pequeno e médio comércio FOTO: Reuters

A Alemanha iniciou ontem um lento e gradual regresso à vida normal com a reabertura do pequeno e médio comércio, após as autoridades terem dado a epidemia por controlada.

"Temos de continuar vigilantes e disciplinados ", avisou a chanceler Angela Merkel, afirmando que seria um erro "avançar demasiado depressa". A Alemanha é o quinto país mundial com mais casos (quase 150 mil) mas regista um número relativamente baixo de mortes (4707).

Nesta primeira fase, está prevista a reabertura de lojas até 800 metros quadrados, incluindo livrarias, oculistas, lojas de vestuário e stands de automóveis, mas cada estado tem liberdade para decidir as medidas mais adequadas. Algumas escolas reabriram para a realização de exames, mas a maioria vai continuar fechada. O uso de máscara é recomendado e todos devem continuar a respeitar a distância de segurança.

PORMENORES
Cabeleireiros e dentistas
Cabeleireiros, esteticistas, lojas de tatuagens e dentistas foram algumas das atividades que reabriram ontem da Dinamarca, O país já tinha reaberto as escolas na semana passada.

Mercados e artesanato
A República Checa permitiu ontem a reabertura de mercados ao ar livre, lojas de artesanato e stands de automóveis, entre outras atividades.

Crianças em casa
Apesar de já ter reaberto alguma atividades não essenciais, permitindo o regresso de quase dois milhões de pessoas ao trabalho, o governo espanhol continua a proibir a saída de crianças à rua. Confinamento de menores apenas será aliviado na próxima semana e só para os maiores de 12 anos.

MUNDO PORTUGUÊS
Número de infetados sobe para 67 em Cabo Verde
O Ministério da Saúde de Cabo Verde confirmou ontem mais seis casos de Covid-19 em duas ilhas do arquipélago, elevando para 67 o número total de casos registados no país desde 19 de março. Cinco dos novos casos são referentes à ilha de Santiago - quatro na cidade da Praia e um no Tarrafal -, e o sexto à ilha da Boavista, onde está registado o maior foco de contágio no país, o qual conta já com 52 casos confirmados, todos relacionados com um hotel.

Mais quatro casos confirmados
As autoridades de saúde de Moçambique confirmaram ontem mais quatro casos de coronavírus no país, aumentando o total para 39. Os novos casos, que estão em isolamento domiciliar por não apresentarem sintomas graves, resultam de uma investigação sobre as ramificações de um caso de infeção detetado a 2 de abril em Afungi, Cabo Delgado, na área do projeto para a exploração de gás no Norte de Moçambique liderado pela francesa Total.

Alerta para fome na Guiné-Bissau
A Liga Guineense dos Direitos Humanos alertou ontem que existem casos de fome e subnutrição em várias regiões do país, incluindo Bissau, devido às consequências económicas da Covid-19, e pediu ajuda às autoridades e aos parceiros internacionais. O país regista até ao momento 50 casos confirmados da doença.

Português infetado em Timor-Leste
O número de casos de Covid-19 em Timor-Leste subiu para 22 após a confirmação de três novos casos, incluindo um professor português destacado em Liquiçá. O docente faz parte do grupo de quatro professores e um motorista que estiveram em contacto com uma professora portuguesa infetada.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)