Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Alzheimer e Parkinson podem ser diagnosticados precocemente com avaliação aos olhos, alertam cientistas

Mudanças na retina podem mostrar o aparecimento das doenças neurogenerativas ainda numa fase precoce.
Correio da Manhã 28 de Fevereiro de 2021 às 11:58
olho
olho FOTO: Getty

Os olhos podem ser a melhor forma para identificar doenças como o Alzheimer e o Parkinson, ainda numa fase precoce das doenças. A descoberta foi feita por investigadores norte-americanos que dizem que apenas através de uma foto do olho é possível avaliar o risco de vir a sofrer de doenças neurodegenerativas.

Segundo os especialistas as mudanças na retina podem mostrar o aparecimento do Alzheimer, isto ocorre, porque "isolada do cérebro durante o desenvolvimento embrionário, a retina contém camadas de neurónios que parecem apresentar doenças neurodegenerativas junto com seus primos dentro do crânio. A principal diferença é que esses neurónios da retina, diretamente contra o vítreo gelatinoso do globo ocular, vivem e morrem onde os cientistas podem vê-los", explica o The Washington Post.

Com estas investigações os especialistas esperam que a comunidade médica aumenta a capacidade para perceber as mudanças cerebrais do paciente antes do início dos sintomas e que, por isso, possam usar tratamentos precoces para desacelerar ou interromper o progresso das doenças.

Os especialistas do Centro de Pesquisa da Doença de Alzheimer da Mayo Clinic, nos Estados Unidos da América, comparam a doença ao cancro e alertam que quando os doentes começam a sentir problemas de memória e tremores, provavelmente já sofre de algum tipo de doenças neurodegenerativas há décadas. "Quanto mais cedo intervirmos, melhores seremos" na prevenção do comprometimento cognitivo, disse Ron Petersen, o diretor do centro de investigação. 

Alzheimer Parkinson saúde doenças questões sociais
Ver comentários