Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Andrea Bocelli não respeitou confinamento e pede aos italianos que não sigam as regras

Tenor italiano considera que medidas tomadas para conter o coronavírus são excessivas.
Correio da Manhã 29 de Julho de 2020 às 15:09
Andrea Bocelli
Andrea Bocelli FOTO: Getty Images

Andrea Bocelli, conhecido tenor italiano, afirmou que se sentiu “humilhado e ofendido” pelas medidas impostas em Itália perante a pandemia de Covid-19.

“Eu não podia sair de casa, mesmo não tendo cometido nenhum crime”, afirmou, considerando exageradas as regras adoptadas para travar a propagação do novo coronavírus.

Estas declarações polémicas foram feitas numa conferência no Senado italiano, onde Bocelli ainda revelou que não respeitou as regras impostas durante o confinamento. “Não achava certo ou saudável ficar em casa”, disse o cantor, que no início de maio confirmou ter testado positivo para a covid-19.

“Tenho uma certa idade e preciso de sol e vitamina D”, disse o tenor de 61 anos, que incentivou todos os italianos a não seguir as regras: “Recusem-se a seguir as regras. Vamos ler livros, passeiem, conheçam-se, conversem, vamos dialogar”, atirou.

As declarações de Bocelli não foram bem recebidas e o músico já veio dizer que os seus comentários foram “mal interpretados” e que a sua fundação ajudou imensas pessoas infectadas com coronavírus.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Andrea Bocelli Covid-19 coronavírus Itália Famosos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)