Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Angola com mais 247 casos de Covid-19 alerta para riscos de "colapso" do sistema de saúde

Do total de casos, 213 são de Luanda, 23 de Cabinda e 21 de Benguela, com idades de 1 a 72 anos.
Lusa 23 de Outubro de 2020 às 22:57
Coronavírus em Angola
Coronavírus em Angola FOTO: Lusa
A ministra angolana da Saúde, Silvia Lutucuta, anunciou esta sexta-feira mais 247 casos de covid-19 no país, alertando para o aumento exponencial dos últimos 15 dias, e para o risco de "colapso" do sistema se as medidas não forem cumpridas.

Silvia Lutucuta justificou que foi devido ao aumento exponencial de casos nos últimos tempos que as medidas relativas à situação de calamidade foram agravadas, sublinhando que nas últimas duas semanas se registaram 30% do total de infeções desde o início da pandemia.

"Acreditamos que este aumento foi fruto do incumprimento das medidas plasmadas no decreto da situação de calamidade", destacou a governante.

"Fruto deste aumento, estamos com uma pressão assistencial muito grande e se não cumprirmos com as medidas vamos chegar ao colapso total", avisou, acrescentando: "Em países com sistemas mais robustos e situacão económica mais favorável os sistemas de saúde colapsaram".

Dos 247 novos casos reportados, 213 são de Luanda, 23 de Cabinda e 21 de Benguela, com idades de 1 a 72 anos, sendo 139 de sexo masculino e 108 feminino.

Foram registados também mais cinco óbitos, dos quais quatro homens e uma mulher, bem como 79 doentes recuperados.

Angola soma 8.829 casos no total, dos quais 265 óbitos, 3.384 recuperados e 5.180 ativos, incluindo 9 críticos e 21 graves e apresenta uma taxa de positividade de 15%.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Angola Silvia Lutucuta questões sociais saúde
Ver comentários