Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Assassino na cadeia ataca dois violadores até à morte com bengala

Homem condenado a prisão perpétua atacou os dois pedófilos na prisão e enviou carta a jornal para confessar crime.
Correio da Manhã 21 de Fevereiro de 2020 às 09:45
Assassino na cadeia confessa ter matado dois pedófilos atrás das grades com uma bengala
Assassino na cadeia confessa ter matado dois pedófilos atrás das grades com uma bengala FOTO: Direitos Reservados
Foi através de uma carta endereçada a um jornal da Califórnia, nos Estados Unidos, que Jonathan Watson, de 41 anos, confessou ter matado dois pedófilos que estavam a cumprir pena de prisão perpétua por violação agravada de uma criança de 14 anos.

Watson estava a cumprir pena de prisão perpétua por um crime de homicídio que aconteceu em 2009. Dias antes do ataque aos dois violadores, Watson foi transferido para um compartimento de segurança mais baixo dentro da prisão onde cumpria pena.

O assassino ainda pediu para voltar a ser colocado numa cela individual e de alta segurança mas o seu pedido não foi aceite. Ao ver um dos pedófilos a assistir a canais de televisão com programação infantil, Watson perdeu a cabeça e atacou o violador.

"Peguei numa bengala e ataquei-o", confessou na carta enviada ao jornal. Depois do crime e na tentativa de se entregar a um guarda, cruzou-se - dentro da prisão - com um conhecido traficante de crianças e decidiu ataca-lo também.

Os dois acabaram por não resistir aos ferimentos provocados pelo ataque do assassino. "Tenho muito pouco a perder. Estas pessoas são o pior pesadelo de todos os país", concluiu.
Califórnia Jonathan Watson crime lei e justiça política questões sociais direitos humanos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)