Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Assessor de Boris Johnson que violou confinamento pressionado a demitir-se

Fonte próxima do casal negou terem infringido as regras, afirmando que precisavam de ajuda para cuidar do filho.
Lusa 23 de Maio de 2020 às 10:55
 Dominic Cummings
Dominic Cummings FOTO: Getty Images
O principal conselheiro do primeiro-ministro britânico está a ser pressionado por pedidos de demissão por ter viajado de Londres para casa dos pais, em Durham, durante o período de isolamento e ainda com sintomas de infeção.

Os jornais britânicos 'The Guardian' e 'Daily Mirror' noticiaram, na sexta-feira, que o assessor-chefe de Boris Johnson, Dominic Cummings, e a esposa viajaram de Londres para a residência dos seus pais, em Durham, a mais de 400 quilómetros da capital, ambos ainda com sintomas de infeção pelo novo coronavírus. 

Uma fonte próxima do casal negou terem infringido as regras, afirmando que precisavam de ajuda para cuidar do filho e que, durante a estada na propriedade, permaneceram em edifícios separados.

Boris Johnson Durham Londres política governo Reino Unido coronavírus covid19 covid-19
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)