Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Atividade sísmica continua em La Palma com 47 sismos detetados esta manhã

Instituto Geográfico Nacional espanhol identificou dois sismos de magnitude 4,8 registados simultaneamente.
Lusa 29 de Novembro de 2021 às 11:28
Erupção do Cumbre Vieja em La Palma não dá tréguas
Erupção do Cumbre Vieja em La Palma não dá tréguas FOTO: Direitos Reservados
O Instituto Geográfico Nacional espanhol (IGN) registou 47 sismos em La Palma (Canárias) desde as 0h00 (a mesma hora em Lisboa), incluindo dois de magnitude 4,8 registados simultaneamente, embora com epicentros diferentes.

Os dois sismos de magnitude 4,8 tiveram lugar às 08:35, um com o epicentro no mar, a sul da ilha de La Palma, e o outro no cume do vulcão Cumbre Vieja, no município de Villa de Mazo, que entrou em atividade em 19 de setembro último.

O primeiro dos sismos foi detetado a uma profundidade de 24 quilómetros, atingiu a intensidade IV-V (de um máximo de XII) e foi sentido em toda a ilha, assim como nas mais próximas, enquanto o segundo, a uma profundidade de 34 quilómetros, com uma intensidade máxima de IV, também foi sentido em toda a ilha.

Dos 47 sismos detetados durante as primeiras horas de hoje em La Palma, 33 foram na localidade de Fuencaliente e 14 na de Mazo, tendo a profundidade variado entre 10 e 38 quilómetros.

Entretanto, o Consórcio de Compensação de Seguros já pagou quase 53 milhões de euros de compensação às pessoas afetadas pela erupção do vulcão em Cumbre Vieja, revelaram fontes desta organização à agência noticiosa espanhola Efe.

O montante corresponde a 237 casas, pelas quais foram pagos 47,32 milhões de euros; 33 automóveis, pelos quais foram pagos 138,66 mil de euros; 12 lojas e escritórios (5,04 milhões de euros) e duas indústrias (404.667 euros).

Canárias La Palma IGN Instituto Geográfico Nacional Lisboa Cumbre Vieja acidentes e desastres sismo
Ver comentários