Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Autópsia ao corpo de namorado de Gabby Petito inconclusiva. Antropólogo faz avaliação aprofundada

Alguns locais acreditam que namorado de Gabby Petito foi comido por crocodilos e porcos selvagens.
Correio da Manhã 23 de Outubro de 2021 às 10:53
A carregar o vídeo ...
FBI confirma que restos mortais encontrados em trilho na Florida são de namorado de Gabby Petito
A autópsia aos restos mortais do namorado de Gabby Petito, Bryan Laundrie, foi inconclusiva, de acordo com as autoridades da Flórida, EUA. 

O esqueleto de Laundrie será agora enviado a um antropólogo para tentar determinar a causa da morte. "Posso confirmar que os restos mortais foram enviados a um antropólogo para uma avaliação mais aprofundada', disse Steve Bertolino, o advogado da família Laundrie, ao jornal britânico DailyMail.

"Antropólogos forenses são chamados quando o ambiente destruiu ou removeu o tecido mole do corpo", disse a Dra. Heather Walsh-Haney à WPBF News.

Os restos mortais do jovem de 23 anos foram descobertos ao lado da mochila e do computador num parque selvagem da Flórida, perto da casa de seus pais em North Port. O corpo foi identificado através dos registos dentários, na quinta-feira.

Apesar de a autópsia ter sido inconclusiva, alguns locais acreditam que Brian Laundrie foi comido por crocodilos e porcos selvagens no parque ambiental Myakkahatchee Creek onde o corpo foi encontrado, segundo avança o jornal Mirror.

John Widmann, que mora a cerca de um quilómetro e meio do parque, disse ao New York Post que o local é frequentado por "crocodilos" mas que "o pior são os porcos selvagens" já que eles comem qualquer coisa e "qualquer carne ao ar livre não seria desperdiçada".

Laundrie desapareceu no início do mês passado após regressar de uma viagem sem a namorada Gabby Petito, de 22, e se recusar a cooperar com as investigações. O jovem foi visto pela última vez no dia 13 de setembro quando saiu para fazer uma caminhada, de acordo com os pais.

"O que quer que tenha acontecido é algo trágico para as duas famílias. E qualquer pessoa com um filho ou qualquer pessoa com um pouco de humanidade consegue entender a frustração que ambas as famílias sentem", disse o advogado da família Laundrie.

Bryan Laundrie Gabby Petito Flórida EUA interesse humano morte pessoas
Ver comentários
}