Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Pelo menos 17 mortos em acidente de avião na Índia com 191 passageiros a bordo

Aeronave da Air India Dubai Express, que partiu do Dubai, repatriava vários passageiros retidos devido ao coronavírus.
Correio da Manhã e Lusa 7 de Agosto de 2020 às 16:35
Avião com 191 passageiros a bordo despenha-se na Índia
Avião com 191 passageiros a bordo despenha-se na Índia
Avião parte-se em dois ao aterrar na Índia no meio de tempestade com 190 passageiros a bordo
Avião parte-se em dois ao aterrar na Índia no meio de tempestade com 190 passageiros a bordo
Avião com 191 passageiros a bordo despenha-se na Índia
Avião com 191 passageiros a bordo despenha-se na Índia
Avião parte-se em dois ao aterrar na Índia no meio de tempestade com 190 passageiros a bordo
Avião parte-se em dois ao aterrar na Índia no meio de tempestade com 190 passageiros a bordo
Avião com 191 passageiros a bordo despenha-se na Índia
Avião com 191 passageiros a bordo despenha-se na Índia
Avião parte-se em dois ao aterrar na Índia no meio de tempestade com 190 passageiros a bordo
Avião parte-se em dois ao aterrar na Índia no meio de tempestade com 190 passageiros a bordo
Um avião com 191 passageiros a bordo partiu-se em dois ao aterrar esta sexta-feira na pista de um aeroporto na Índia.

De acordo com o Times of India, que cita fontes policiais, o acidente fez, pelo menos, 17 mortos, 173 feridos, entre eles 15 feridos graves. Entre as vítimas encontram-se os dois pilotos, o capitão Deepak Vasant Sathe e o capitão Akhilesh Kumar, confirmou a Air India Express num comunicado emitido.

O avião, um Boeing 737 da companhia Air India Express, subsidiária da companhia Air India, proveniente do Dubai, saiu da pista e partiu-se em dois ao aterrar no aeroporto de Kozhikode, em Calecute, no estado indiano de Kerala. A bordo seguiam 174 passageiros, 10 crianças, dois pilotos e cinco tripulantes de cabine. 

Segundo a agência Reuters, os passageiros estavam a ser repatriados daquele país devido ao coronavírus. Os voos com destino a Kozhikode foram desviados para o aeroporto de Kannur.

As operações de resgate estão já concluídas. Os feridos foram todos transportados para os hospitais locais.



O ministro da Defesa indiano mostrou-se "profundamente angustiado com a perda de vidas" no acidente desta sexta-feira. Rajnath Singh dirigiu uma palavra às famílias enlutadas numa publicação na rede social Twitter e desejou a rápida recuperação dos feridos. Segundo o Times of India, o aeroporto de Calecute recebeu um aviso em julho de 2019 da Direção-Geral da Aviação Civil depois de vários aviões terem sofrido acidentes ao aterrarem na pista quando esta estava molhada.

O sul da Índia, em particular o estado de Kerala, tem sido assolado com fortes chuvas nos últimos dias, tendo registado esta sexta-feira 15 mortos num deslizamento de terras no distrito montanhoso de Idukki.
Índia economia negócios e finanças transportes queda
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)