Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Avô acusado de violar três netas em troca de pão

Idoso foi apanhado por uma tia das meninas a realizar o ato com a última das crianças.
Lusa 21 de Setembro de 2020 às 20:40
Idosos
Idosos FOTO: Getty Images
Um idoso angolano, de 73 anos, está detido por ter alegadamente aliciado com pão e abusado sexualmente de três netas, de cinco, sete e oito anos, no município do Chinguar, província do Bié, informou hoje a polícia local.

O avô paterno, que terá supostamente aproveitado a ausência dos pais das crianças, que se encontravam num funeral, aliciou as crianças com pão, tendo de seguida praticado o ato de agressão sexual.

Segundo o diretor de Comunicação Institucional e de Imprensa da Delegação do Ministério do Interior no Bié, José Daniel, o idoso foi apanhado por uma tia das meninas a realizar o ato com a última das crianças.

"O implicado, mediante instrução do competente processo-crime, foi encaminhado ao Ministério Público para a responsabilização que se impõe nos termos da lei", referiu José Daniel, em declarações emitidas pela rádio pública angolana.

Uma obra sobre "Agressores sexuais de menores, contexto e perfil" da psicóloga angolana, Ana Panzo, lançada recentemente em Luanda, dá conta que o número de crimes sexuais contra crianças está a aumentar no país e atinge vítimas a partir dos dois anos.

Na obra, a autora concluiu que a maior parte dos agressores são pessoas muito próximas das vítimas, com algum grau de parentesco -- irmãos, pais, padrastos ou tios -- sendo a principal motivação a satisfação sexual.

Chinguar Bié José Daniel crime lei e justiça questões sociais crime leis política
Ver comentários