Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

"Bolsonaro confessa crime no vídeo": Oposição defende que vídeo comprova interferência política do presidente do Brasil na Polícia Federal

Um dos líderes do Partido Socialismo e Liberdade (Psol) disse acreditar que Bolsonaro confessou a sua intenção de praticar crimes.
Lusa 23 de Maio de 2020 às 07:54
Bolsonaro
Bolsonaro
Líderes da oposição avaliaram que um vídeo divulgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil, na sexta-feira, provou uma alegada tentativa de interferência política na Polícia Federal por parte do Presidente do país, Jair Bolsonaro.

Guilherme Boulos, um dos líderes do Partido Socialismo e Liberdade (Psol), que concorreu a Presidência em 2018, disse acreditar que Bolsonaro confessou a sua intenção de praticar crimes no material divulgado hoje.

"URGENTE! Bolsonaro confessa crime no vídeo: 'Eu não vou esperar f* [palavrão] a minha família toda, de 'sacanagem', ou amigos meus, porque eu não posso trocar alguém da Segurança na ponta da linha. Vai trocar.' Não são palavras de um chefe de Estado, mas de um chefe de milícia!", frisou numa mensagem no Twitter.

Veja o vídeo da reunião de ministros

Jair Bolsonaro Brasil Polícia Federal Supremo Tribunal Federal STF Presidente
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)