Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Bolsonaro declara luto oficial pela morte de ideólogo da extrema-direita

Filha de Olavo de Carvalho disse que o pai morreu vítima da Covid-19.
Lusa 25 de Janeiro de 2022 às 19:12
Olavo de Carvalho junto de Jair Bolsonaro
Olavo de Carvalho junto de Jair Bolsonaro FOTO: Direitos Reservados
O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou esta terça-feira, através das redes sociais, luto oficial de um dia pela morte de Olavo de Carvalho, ideólogo da extrema-direita brasileira que morreu na madrugada de hoje nos Estados Unidos.

O decreto assinado pelo chefe de Estado brasileiro institui luto oficial em todo o país por um dia a contar a data de sua publicação.

Olavo de Carvalho, escritor que se autodeterminava filósofo e é considerado o maior ideólogo da extrema-direita brasileira, recebeu hoje uma série de homenagens do Governo, incluindo uma publicação nas redes sociais do próprio Presidente que o qualificou como "um dos maiores pensadores da história" do Brasil.

Heloísa de Carvalho, filha de Olavo de Carvalho, disse que o pai morreu vítima da Covid-19. O escritor, de 74 anos, propagava visões negacionistas sobre a pandemia e as vacinas, e chegou a dizer que a doença não existia, avançou o R7.

Jair Bolsonaro ideólogo Olavo de Carvalho Estados Unidos Presidente morte política
Ver comentários