Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Bolsonaro ignora conselhos de ministro da saúde e cumprimenta comerciantes em Brasília

Mandetta apelou ao presidente do Brasil para não menosprezar a gravidade da pandemia e incitar ao isolamento.
Correio da Manhã 29 de Março de 2020 às 18:01
Bolsonaro ignora conselhos de ministro da saúde e cumprimenta comerciantes em Brasília
Bolsonaro ignora conselhos de ministro da saúde e cumprimenta comerciantes em Brasília FOTO: Twitter

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, já mostrou por várias vezes menosprezar a pandemia do coronavírus que assola grande parte dos países do Mundo, e mesmo depois de ter sido alertado pelo ministro da saúde para não o fazer, o governante parece manter a mesma postura.

 Esta manhã de domingo, Bolsonaro esteve em vários estabelecimentos de comércio local em Brasília e cumprimentou vários populares, sem quaisquer cuidados de prevenção, avança o jornal Estadão.

"O povo quer trabalhar, é o que temos conversado. É o que eu tenho dito desde o início. Vamos tomar cuidados. Quem tem mais de 65 anos deve ficar em casa", disse o presidente brasileiro, enquanto tirava selfies com o povo que se aglomerava para tal. 

Até hoje, a pandemia de Covid-19 já infetou mais de 4000 pessoas e matou pelo menos 117 no país brasileiro. "Está preparado para o pior cenário, com camiões do Exército a transportar corpos (de vítimas do Coronavírus) pelas ruas? Com transmissão ao vivo na Internet e na televisão?", perguntou Luiz Hnerique Mandetta, em tom de desafio a Bolsonaro. 

A pergunta caiu mal a Bolsonaro e a reunião acabou com os ânimos exaltados entre os dois. Bolsonaro tem pressionado fortemente Mandetta para este amenizar as orientações e negar a gravidade da pandemia, pois as medidas restritivas que o ministro, governadores e autarcas defendem estão a paralisar a economia, no que o presidente avalia ser uma espécie de conspiração para prejudicar o seu governo.

O momento mais tenso da reunião, no entanto, foi quando Luiz Henrique Mandetta afirmou que se aliados de Bolsonaro continuarem a ir para as ruas pedir à população para sair de casa e violar as regras de quarentena, pondo vidas em risco, ele, como ministro da Saúde, vai criticar e dizer aos cidadãos para não deixarem o isolamento. Nessa altura, segundo as mesmas fontes, Bolsonaro ficou verdadeiramente fora de si e disse que ia demitir Mandetta, o que parece só não ter acontecido porque outros ministros intervieram.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)