Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Bolsonaro testa negativo ao coronavírus e vai passear

Atribui sucesso à hidroxicloroquina contrariando as ordens dos especialistas.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 26 de Julho de 2020 às 09:48
A carregar o vídeo ...
Bolsonaro testa negativo ao coronavírus e vai passear
Jair Bolsonaro, diagnosticado com Covid-19 dia 7 de julho e que desde então estava isolado, anunciou este sábado estar curado da doença e já foi dar um passeio por Brasília. No twitter, Bolsonaro escreveu “RT-PCR para sars-cov 2: negativo. Obrigado a todos”, com uma caixa de hidroxicloroquina na mão, a que atribui a cura. O presidente do Brasil não especificou quando fez o teste, o quarto desde o diagnóstico. O último positivo tinha sido feito na quarta-feira, 22.

Após o anúncio da cura, cercado de seguranças, Bolsonaro saiu de mota do Palácio da Alvorada, a residência oficial, rumou a um stand de motas, onde foi visto sem máscara, e depois para casa da deputada aliada Bia Kicis, que esta semana foi demitida de vice-líder do governo para dar o cargo a alguém do ‘Centrão’, partidos que ajudaram a impedir a destituição. Durante o isolamento, Bolsonaro garantiu não ter sintomas e atribuiu a recuperação à hidroxicloroquina, que diz tomar há muito como forma de prevenção do coronavírus, contrariando a orientação de especialistas, que veem mais riscos do que resultados no uso da substância.

Afirmou também, há alguns dias, estar a tomar vermífugo como complemento à cloroquina, o que fez o órgão do governo responsável pelos medicamentos editar à pressa restrições à compra do produto pela população, com receio de uma corrida às farmácias e de uso em massa de uma substância sem resultados comprovados.

Lidera sondagem para próximas eleições
Bolsonaro continua a ser favorito para as eleições Presidenciais, em 2022. Uma sondagem feita pelo Instituto Paraná Pesquisas comparou com Lula da Silva, o ex-autarca de São Paulo, Fernando Haddad, o ex-juiz Sérgio Moro, o atual governador de São Paulo, João Doria, o apresentador de televisão Luciano Huck e o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, terceiro nas últimas Presidenciais . Na projeção, Bolsonaro venceria os outros nomes se as eleições fossem hoje, com percentagens entre 27,5% e 30,7%. Apesar de ter uma rejeição popular de 48%, Bolsonaro mantém praticamente intacta a sua fatia de cerca de 30% de eleitores fiéis, que o apoiam em qualquer situação, o suficiente para o eleger.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)