Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Bombeiro descobre que filha morreu ao ser chamado para acidente que também matou cantora

Kylie Rae Harris, 30 anos, foi uma das vítimas mortais da colisão que aconteceu no Novo México, Estados Unidos.
Correio da Manhã 11 de Setembro de 2019 às 07:55
Kylie Rae Harris tinha 30 anos
Kylie Rae Harris tinha 30 anos FOTO: Direitos Reservados
A colisão rodoviária fatal que matou a cantora americana Kylie Rae Harris, aos 30 anos, ficou igualmente marcada pela morte de uma segunda vítima, a filha de 16 anos de um dos bombeiros que foi chamado ao local, no Novo México, Estados Unidos.

Segundo avança a imprensa internacional, a jovem, Maria Elena Cruz, conduzia o outro carro envolvido no acidente, tendo sido no local que Pedro Cruz, subchefe do Corpo de Bombeiros de San Cristobal, percebeu que a sua filha era uma das vítimas mortais. 

De acordo com investigações publicadas pelo jornal local Taos News, a cantora conduzia a uma velocidade acima daquela que é permitida. Agora serão feitas análises para perceber se Kylie Rae Harris havia ingerido álcool ou qualquer outra substância proibida.

"Neste momento, diria com muita certeza que Maria Elena Cruz foi uma vítima inocente deste acidente sem sentido causado por Kylie Rae Harris", disse Jerry Hogrefe, xerife do Condado de Taos, no Novo México.

Recorde-se que a cantora country americana estava no Novo México para participar num festival anual de música.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)