Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Boris Johnson apresenta “proposta final” para o Brexit à União Europeia

Irlanda do Norte deixa união aduaneira mas continuará alinhada com o mercado único.
Ricardo Ramos 3 de Outubro de 2019 às 08:55
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Boris Johnson

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, apresentou esta quarta-feira a Bruxelas aquela que garante ser a sua "proposta final" para um acordo do Brexit, avisando que é pegar ou largar. A alternativa, garantiu, é a saída sem acordo do Reino Unido da União Europeia no próximo dia 31.

Numa carta enviada aos parceiros europeus, o governo britânico propõe uma solução alternativa à controversa salvaguarda da fronteira irlandesa que fez encalhar o acordo no Parlamento britânico. De acordo com a nova proposta, a Irlanda do Norte sairia da união aduaneira juntamente com o resto do Reino Unido no final do período de transição após o Brexit, no final de 2020, mas permaneceria "alinhada" com as regras do mercado único através da criação de uma "zona regulatória comum" para toda a ilha da Irlanda, abrangendo todos os bens e mercadorias, incluindo produtos agroalimentares.

Esta solução implica a criação de controlos alfandegários "descentralizados", ou seja, longe de fronteira física entre as duas irlandas, para não prejudicar a livre circulação de pessoas e bens que é vista como um dos pilares do acordo de paz para a Irlanda do Norte.

Este sistema estaria em vigor, pelo menos até 2025, cabendo ao Governo e ao Parlamento da Irlanda do Norte decidir sobre uma eventual extensão. A salvaguarda incluída no acordo do Brexit previa que todo o Reino Unido ficaria no mercado único até Londres e Bruxelas negociarem um futuro acordo comercial, o que era visto pelos críticos como uma armadilha destinada a manter o país na UE por tempo indeterminado.

A proposta de Johnson foi acolhida com cautela em Bruxelas, com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, a saudar os "avanços positivos" mas a avisar que persistem "pontos problemáticos" que terão de ser discutidos nos próximos dias. 

PORMENORES
Unionistas apoiam plano
O Partido Unionista (DUP), que sempre se opôs a qualquer solução que mantivesse a Irlanda do Norte alinhada com as regras da UE, manifestou o seu apoio à proposta de Johnson.

"Na boca do crocodilo"
Nigel Farage, líder do Partido do Brexit, diz que o plano "é como colocar a cabeça na boca de um crocodilo e esperar o melhor".

Parlamento suspenso
O PM anunciou suspender novamente o Parlamento no dia 8 para preparar a próxima sessão legislativa, que começa com o discurso da rainha a 14.

Ver comentários