Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Burnley identificou e vai banir autores da mensagem 'White Lives Matter' exibida em avião

Mensagem foi considerada de cariz racista, por aludir ao slogan 'Black Lives Matter'.
Lusa 24 de Junho de 2020 às 12:33
Burnley identificou e vai banir autores da mensagem 'White Lives Matter'
Burnley identificou e vai banir autores da mensagem 'White Lives Matter' FOTO: Direitos Reservados
O Burnley identificou os autores da tarja 'White Lives Matter Burnley', exibida por uma avioneta durante o jogo da Liga inglesa de futebol, diante do Manchester City, informando esta quarta-feira que serão banidos do clube.

A mensagem foi considerada de cariz racista, por aludir ao slogan 'Black Lives Matter' [As vidas negras importam], impulsionado e difundido a nível mundial após a morte do afro-americano George Floyd.

O diretor executivo do Burnley, Neil Hart, informou que os responsáveis pela tarja estão identificados, são adeptos do clube, que os pretende banir, impedindo que voltem a assistir a jogos da equipa.

"Quando vi a mensagem, a sobrevoar o Ehihad Stadim, fiquei desiludido. Estava envergonhado", revelou o diretor do clube, em referência à tarja 'White Lives Matter Burnley' [As vidas negras importam Burnley] exibida durante o jogo com o campeão inglês.

George Floyd, um afro-americano de 46 anos, morreu em 25 de maio, em Minneapolis (Minnesota), depois de um polícia branco lhe ter pressionado o pescoço com um joelho durante cerca de oito minutos numa operação de detenção, apesar de Floyd dizer que não conseguia respirar.

Desde a divulgação das imagens nas redes sociais, sucederam-se protestos contra a violência policial e o racismo em dezenas de cidades norte-americanas, algumas das quais foram palco de atos de pilhagem, num cenário que se estendeu também a protestos e com manifestações em várias cidades mundiais.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)