Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Cerca de 70 migrantes refugiam-se em plataforma de petróleo no Mediterrâneo para chegar à Europa

Migrantes já foram entregues às autoridades tunisinas.
Lusa 4 de Janeiro de 2022 às 16:50
Migrantes
Migrantes FOTO: Getty Images
Cerca de 70 migrantes que tentavam cruzar o Mediterrâneo para chegar à Europa refugiaram-se numa plataforma de petróleo antes de serem entregues às autoridades tunisinas, divulgaram esta terça-feira empresa Shell e uma organização humanitária.

A organização não governamental (ONG), que partiu para o local no navio de resgate de migrantes 'Louise Michel', adiantou ter conseguido resgatar 31 pessoas à deriva num bote, acrescentando que entre "65 e 70 outras pessoas se refugiaram, durante a noite, na plataforma de petróleo da Shell" Miskar, a cerca de 120 km da costa da Tunísia.

A Shell Tunisia Upstream confirmou, em comunicado, que um número não especificado de migrantes acedeu à plataforma 'offshore' por volta das 20h00 locais (19h00 em Lisboa) de segunda-feira.

Mediterrâneo Europa Shell política distúrbios guerras e conflitos refugiados
Ver comentários