Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

‘Chef dos pobres’ cozinha para sem-abrigo aos 90 anos

Dino Impagliazzo começou há 15 anos a distribuir comida pelas ruas de Roma.
Daniela Vilar Santos 16 de Fevereiro de 2020 às 10:20
Dino Impagliazzotem 90 anos
Dino Impagliazzotem 90 anos FOTO: Reuters
Dino Impagliazzo tem 90 anos e nada o faz parar. O cozinheiro italiano, que vive em Roma, é conhecido como o ‘chef dos pobres’ e três dias por semana junta-se a outros voluntários da associação RomAmoR para, em conjunto, fazerem rondas pelos mercados e padarias e recolherem produtos que os ajudam a alimentar os sem-abrigo.

A ideia começou há 15 anos quando um sem-abrigo, numa estação de comboios, em Roma, pediu dinheiro a Dino para comprar uma sandes. "Percebi que em vez de comprar a sandes, podia fazer algumas sandes para ele e para os seus amigos", conta o chef que fundou a RomAmoR.

Agora, a comida é servida em vários lugares da cidade e principalmente em estações de comboio. "Tentamos envolver mais e mais pessoas, para que Roma se torne uma cidade onde as pessoas se possam amar", afirma.

Dino já trabalhou para a Segurança Social italiana e começou a ajudar sem-abrigo com alguns dos seus amigos reformados. Começaram por cozinhar nas próprias casas, depois num convento e agora, como já são 300 voluntários, têm uma cozinha profissional toda equipada.

A equipa reúne-se aos sábados à noite no pórtico do lado de fora da praça de São Pedro para alimentar quem mais precisa.

O ‘chef dos pobres’ recebeu um prémio honorário do presidente italiano, Sergio Mattarella. Foi reconhecido como um "herói dos nossos tempos". Diz que nunca imaginou que a sua iniciativa fosse tão bem-sucedida e revela que todos os voluntários são sempre bem-vindos. "Estou feliz porque nunca dizemos a ninguém ‘não precisamos de ti esta noite’", concluiu. 
Chef Dino Impagliazzo RomAmoR Roma questões sociais sem-abrigo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)