Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Chefe militar espanhol demite-se após tomar vacina contra Covid-19 antes do tempo

Chefe da cúpula militar em Espanha apresentou demissão "para preservar imagem das forças armadas".
Lusa 23 de Janeiro de 2021 às 17:45
Kit de recolha de amostras para testes à Covid-19
Kit de recolha de amostras para testes à Covid-19 FOTO: Reuters
O chefe das Forças Armadas espanholas, o general Miguel Ángel Villarroya, apresentou este sábado a demissão, depois de ter sido acusado de ter sido vacinado contra a Covid-19 antes do estabelecido pelo protocolo.

Em comunicado, o Estado-Maior da Defesa informa que o chefe da cúpula militar em Espanha apresentou a demissão "para preservar a imagem das forças armadas".

Segundo o diário espanhol El País, em causa está a indicação de que o general e outros dirigentes militares terão sido vacinados contra a covid-10 na sexta-feira, apesar de não integrarem os grupo de imunização priritários.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Miguel Ángel Villarroya política crime lei e justiça defesa forças armadas
Ver comentários