Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

China teme segunda onda de coronavírus à medida que número de casos volta a subir

País registou 48 novos casos de covid-19 após quatro dias de diminuição no número de infetados.
31 de Março de 2020 às 19:01
Coronavírus não muda hábitos na China. Mercados continuam a vender morcegos e a abater coelhos no chão
Coronavírus não muda hábitos na China. Mercados continuam a vender morcegos e a abater coelhos no chão
Coronavírus não muda hábitos na China. Mercados continuam a vender morcegos e a abater coelhos no chão
Coronavírus não muda hábitos na China. Mercados continuam a vender morcegos e a abater coelhos no chão
Coronavírus não muda hábitos na China. Mercados continuam a vender morcegos e a abater coelhos no chão
Coronavírus não muda hábitos na China. Mercados continuam a vender morcegos e a abater coelhos no chão
Coronavírus não muda hábitos na China. Mercados continuam a vender morcegos e a abater coelhos no chão
Coronavírus não muda hábitos na China. Mercados continuam a vender morcegos e a abater coelhos no chão
Coronavírus não muda hábitos na China. Mercados continuam a vender morcegos e a abater coelhos no chão

A China registou esta terça-feira 48 novos casos de coronavírus - todos eles importados - após quatro dias em que os números de infetados apresentavam um declínio animador. 

À medida que novos casos vão surgindo, cresce o receio no país de uma segunda onda de casos de coronavírus após semanas de isolamento . 

Na passada quinta-feira registaram-se 67 novos casos, sexta-feira, 55, sábado voltou a baixar para 54, domingo para 45 e por fim 31 na segunda-feira. O dia desta terça-feira foi um passo atrás face aos últimos dias. 

Não foram ainda registados novos casos no berço onde começou o vírus, em Hubei, apesar de um paciente ter morrido em Wuhan. 

De recordar que a China começa gradualmente a voltar ao "novo" normal e com isso também regressaram aos hábitos nos mercados chineses

Segundo reporta o Daily Mail, há cães e gatos amontoados em gaiolas enferrujadas, morcegos e escorpiões para venda ao público como 'medicina tradicional' e coelhos e patos a ser abatidos e esfolados num chão já coberto de sangue e com restos de animais.

China questões sociais política economia negócios e finanças macroeconomia saúde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)