Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Investigação sobre atentado que desencadeou genocídio no Ruanda foi arquivada

Tribunal de Recurso de Paris confirmou decisão, após 20 anos de investigação.
Lusa 3 de Julho de 2020 às 11:29
Vigília pelas vítimas do genocídio em 2019
Vigília pelas vítimas do genocídio em 2019 FOTO: Getty Images
O Tribunal de Recurso de Paris confirmou esta sexta-feira o arquivamento, após 20 anos, da investigação sobre o atentado contra o avião do presidente ruandês Juvenal Habyarimana, que desencadeou o genocídio de 1994 no Ruanda, disseram os advogados.

Após seis meses de deliberações, os magistrados da Câmara de Investigação do Tribunal de Recurso de Paris confirmaram a decisão dos juízes antiterroristas, que ordenaram a 21 de dezembro de 2018, a retirada das acusações contra nove membros ou antigos membros da comitiva do atual presidente ruandês Paul Kagame.

Os advogados da família Habyarimana e da tripulação francesa do avião anunciaram imediatamente que vão recorrer da decisão.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)