Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Consumo de carne de cão proibida em estado da Índia

Imagem cruel de animais mal tratados leva a proibição do consumo e venda da carne
Correio da Manhã 4 de Julho de 2020 às 17:47
Animais mal tratados em Nagaland, Índia
Animais mal tratados em Nagaland, Índia

O estado indiano de Nagaland proibiu o consumo e a venda de carne de cão depois ter surgido nas redes sociais uma imagem que mostrava a forma como os animais eram maltratados, antes de serem mortos no mercado local.

"O governo do estado decidiu proibir a importação comercial, o comércio, os mercados e também a venda de carne de cão, cozida e não cozida", escreveu na rede social Twitter o secretário-geral de Nagland, Temjen Toy.

A Federação das Organizações Indianas de Proteção Animal apresentou, poucos dias antes da imagem circular nas redes sociais, um apelo para a proibição do comércio e consumo da carne e pediu a aplicação de leis rigorosas para a proteção dos animais. Foi ainda lançada uma petição online para a proibição da venda da carne de cão.

A carne de cão é considerada uma iguaria pelos locais do estado indiano de Nagaland, havendo mesmo mercados em que os clientes escolhiam a carne que mais lhes agradava por um custo de cerca de 10 euros, segundo o Daily Star.

Indiano Nagaland economia negócios e finanças bens de consumo interesse humano animais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)