Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Coronavírus leva icónico hotel 'Copacabana Palace' a fechar pela primeira vez em 97 anos

"Quando o turismo global começou a ser mais afetado, a queda foi abrupta", explicou Andrea Natal.
Lusa 9 de Abril de 2020 às 17:35
Rio de Janeiro
Rio de Janeiro FOTO: Getty Images
O hotel Copacabana Palace, um dos ícones da cidade brasileira do Rio de Janeiro, fechará as portas temporariamente após 97 anos de serviços ininterruptos por causa da pandemia do novo coronavírus.

Numa reportagem publicada pelo jornal 'O Globo', Andrea Natal, diretora do grupo que administra o Copacabana Palace, contou que a decisão de não receber mais hóspedes até ao mês de maio foi provocada pela queda de reservas em março, quando o Rio de Janeiro e outras metrópoles do país iniciaram ações de distanciamento social para evitar a proliferação da covid-19.

"A nossa previsão de ocupação para março era de 70% e fechámos o mês com 36%. Até começámos bem, mas a partir de meados do mês, quando o turismo global começou a ser mais afetado, com muitos cancelamentos de voos, a queda foi abrupta", explicou Andrea Natal.

Rio de Janeiro Copacabana Palace Andrea Natal economia negócios e finanças turismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)