Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Corta ventre da mulher grávida "para garantir que filho era rapaz"

Casal já tinha cinco filhas. Vítima, no sétimo mês de gestação, ficou em estado grave.
Correio da Manhã 21 de Setembro de 2020 às 13:31
Natalidade negativa no ano passado, com 86 579 nados-vivos
Natalidade negativa no ano passado, com 86 579 nados-vivos FOTO: Getty Images

Um homem atacou a mulher, grávida de sete meses, e abriu-lhe o ventre com um objeto cortante, deixando-a em estado grave. O caso aconteceu em  em Nekpur, na Índia e, segundo a família da vítima, o homem levou a cabo o crime "para garantir que o filho era rapaz", uma vez que o casal já tem cinco filhas.

De acordo com as autoridades locais, Pannalal foi detido após o ataque, que deixou a mulher grávida em estado "crítico" e foi aberta uma investigação. Até ao momento o agressor não confirmou o motivo do ataque e a polícia tenta ainda descobrir a arma usada para cortar o ventre da vítima.

A mulher, de 35 anos, encontra-se a recuperar no Bareilly Hospital. Não é conhecido o estado de saúde do bebé. De acordo com os país da grávida, o genro estava "desesperado para ter um filho rapaz".

Índia Nekpur crime lei e justiça questões sociais prisão
Ver comentários