Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

‘Desaparecem’ 857 vítimas de coronavírus no Brasil

Ministério da Saúde publica boletins contraditórios.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 9 de Junho de 2020 às 08:55
Número de vítimas mortais no Brasil já ultrapassa os 37 mil
Número de vítimas mortais no Brasil já ultrapassa os 37 mil FOTO: Reuters
Num novo desdobramento da divulgação pelo Ministério da Saúde brasileiro dos totais de infetados e de mortos pela Covid-19, o órgão publicou em menos de duas horas dois boletins diferentes.

No segundo, 857 mortos tinham desaparecido. Primeiro, o Ministério da Saúde informou que o número de mortes pelo coronavírus em 24 horas tinha sido de 1382, mas, depois, a página do órgão dedicado à pandemia de Covid-19 avançou serem apenas 525. Não foi dada qualquer explicação pelo ministério, que desde 15 de maio não tem ministro efetivo.

Por ordem de Jair Bolsonaro, que fala em números exagerados (atualmente mais de 37 mil mortes) de propósito pelos governos regionais para lançar o pânico no país e derrubá-lo do cargo, há uma semana que o Ministério da Saúde omite dados ou divulga números conflitantes, o que já levou a Universidade Johns Hopkins, dos EUA, a deixar de contabilizar os dados referentes ao Brasil.

Empresário desiste de cargo no governo
O empresário Carlos Wizard, proprietário de uma rede de escolas de inglês que aceitara ser o novo secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, desistiu do cargo. Apesar de já há dias participar em reuniões governamentais, decidiu anunciar a sua desistência após a indignação nacional com as suas declarações de que iria recontar o número oficial de mortos pela Covid-19.

PORMENORES
Mais casos em Cabo Verde
Cabo Verde confirmou mais 13 pessoas infetadas, todas na cidade da Praia, elevando o acumulado de casos desde 19 de março a 567, enquanto 266 foram dados como recuperados.

Angolanos em Portugal
O embaixador de Angola em Lisboa estimou ontem em "algumas centenas" os angolanos retidos em Portugal e que querem regressar ao país, adiantando estar a trabalhar em soluções.

Quarentena no Reino Unido
As pessoas que entrem no Reino Unido provenientes do estrangeiro são obrigadas a uma quarentena de 14 dias, medida contestada por companhias de aviação e de turismo. A medida é revista de 3 em 3 semanas.

Nova Zelândia confiante
A primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern, disse ontem confiar de que o país eliminou, para já, a transmissão da Covid-19, mas admitiu a possibilidade de novos casos, garantindo que o país está preparado.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)