Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Dois milhões de cangurus mortos para produção de chuteiras

Espécie está em risco de extinção.
Correio da Manhã 6 de Março de 2021 às 08:57
Canguru
Canguru FOTO: Getty Images

Mais de dois milhões de cangurus são massacrados todos os anos para a produção de calçado desportivo. Os ativistas revelam que as principais marcas de desporto usam "couro K" nos seus produtos, implorando aos clientes dos fabricantes para deixarem de comprar esse tipo de materiais.

A Sociedade Australiana de Cangurus afirma que as fémeas de canguru são baleadas ou espancadas, resultando na morte de cerca de 400 mil crias.

Wayne Pacelle, que pertence ao ‘Center for a Humane Economy’, aponta que "famílias inteiras de cangurus são mortas durante a noite para as peles serem vendidas às mais conhecidas marcas de calçado desportivo."

A chefe de investigação da instituição de caridade vegetariana 'Viva!', Lex Rigby, revela que "a indústria da carne de canguru é uma das mais brutais e violentas do mundo", deixando o apelo para que os consumidores evitem "qualquer calçado rotulado com couro K".

Esses ativistas estimam também que cinco milhões de animais morreram nos incêndios de 2020 e que a espécie está sob ameaça.

Contactadas pelo jornal britânico, a Nike garantiu que trabalha com fornecedores para adquirir peles processadas e com "tratamento humano"; a Adidas comentou que se opõe "à morte de cangurus de maneira desumana ou cruel".

questões sociais ciência e tecnologia morte
Ver comentários