Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Donald Trump afasta diretor de campanha

Fiasco do comício do mês passado em Tulsa e queda nas sondagens foram fatais para Brad Parscale, o guru das redes sociais que ajudou a levar Trump à Casa Branca em 2016.
Ricardo Ramos 17 de Julho de 2020 às 08:47
Fracasso no combate à pandemia e descalabro da economia afundaram Trump nas sondagens
Brad Parscale liderava a campanha de Trump desde fevereiro de 2018
Fracasso no combate à pandemia e descalabro da economia afundaram Trump nas sondagens
Brad Parscale liderava a campanha de Trump desde fevereiro de 2018
Fracasso no combate à pandemia e descalabro da economia afundaram Trump nas sondagens
Brad Parscale liderava a campanha de Trump desde fevereiro de 2018
O presidente Donald Trump despediu ontem o seu diretor de campanha, Brad Parscale, numa tentativa de dar um novo fôlego à sua tentativa de ser eleito para um segundo mandato na Casa Branca.

Parscale, um génio das redes sociais que teve um papel crucial na eleição de Trump em 2016, liderava a campanha desde fevereiro de 2018. Vai continuar a trabalhar para Trump como conselheiro e será substituído no cargo por Bill Stepien, que era o vice-diretor da campanha.

O destino de Parscale ficou traçado no mês passado, no desastroso comício de Tulsa, Oklahoma. O diretor de campanha tinha prometido um milhão de apoiantes, mas apareceram apenas 6200 pessoas, deixando semivazia a arena com capacidade para mais de 19 mil pessoas. Trump terá ficado furioso com o fiasco e, segundo relatos, terá gritado com os assessores nos bastidores, chocado e incrédulo com o sucedido.

A queda de Trump nas sondagens também não ajudou. Há meses que o presidente tem vindo a perder terreno para o democrata Joe Biden, por entre o descontentamento de grande parte da população com as medidas de combate à pandemia e o descalabro da economia. Uma sondagem nacional publicada quarta-feira pela Universidade de Quinnipiac, coloca Trump 15 pontos atrás de Biden. O democrata leva ainda vantagem em estados indecisos como Arizona, Florida, Carolina do Norte e Wisconsin.
Donald Trump Brad Parscale Casa Branca Joe Biden política eleições
Ver comentários