Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Donald Trump ataca China por propagar “praga”

Presidente dos EUA exige que regime de Pequim seja responsabilizado pela pandemia.
Ricardo Ramos 23 de Setembro de 2020 às 08:37
Trump lançou um duro ataque à China e à OMS no seu discurso perante a assembleia-geral da ONU
Bolsonaro defendeu políticas
Trump lançou um duro ataque à China e à OMS no seu discurso perante a assembleia-geral da ONU
Bolsonaro defendeu políticas
Trump lançou um duro ataque à China e à OMS no seu discurso perante a assembleia-geral da ONU
Bolsonaro defendeu políticas
O presidente Donald Trump usou esta terça-feira o seu discurso na 75ª assembleia-geral das Nações Unidas para lançar um duro ataque à China, acusando o regime de Pequim de ocultar informações importantes sobre o novo coronavírus e permitir que esta “praga” se espalhasse pelo Mundo.

“O país que soltou esta praga no Mundo, a China, tem de ser responsabilizado”, afirmou Trump num discurso pré-gravado transmitido para uma sala semivazia, uma vez que os líderes mundiais optaram este ano por ficar em casa devido à pandemia, transformando a assembleia-geral da ONU numa espécie de videoconferência.

O novo formato não impediu, no entanto, o presidente dos EUA de redobrar os ataques contra a China e a OMS, acusando-as de mentirem ao Mundo ao garantiram que o coronavírus não era transmissível entre humanos e, mais tarde, que os pacientes assintomáticos não transmitiam o vírus, ao mesmo tempo que Pequim “permitia que os seus cidadãos saíssem do país para infetar o Mundo”.

Já o presidente chinês Xi Jinping usou o seu discurso para apelar a uma “resposta global” contra a pandemia e à rejeição das tentativas de “politizar ou estigmatizar”, recusando ainda a ideia de uma nova Guerra Fria com os EUA. “A China não quer uma guerra, fria ou quente, com ninguém”, disse.

Bolsonaro rejeita críticas internacionais
Jair Bolsonaro rejeitou perante a ONU as críticas internacionais às suas políticas ambientais e à forma como o seu governo lidou com a pandemia. Segundo o PR brasileiro, o Brasil tem sido “vítima de uma brutal campanha de desinformação” por causa dos incêndios na Amazónia e do Pantanal, apesar de ter “a melhor legislação ambiental do Mundo”. O presidente acusou ainda a imprensa de “politizar a pandemia” e “espalhar o pânico”.


pormenores
Putin pede reforço da OMS
O PR russo, Vladimir Putin, defendeu no seu discurso o reforço da OMS e lançou a ideia de uma conferência internacional para coordenar a distribuição da vacina contra a Covid-19.

Cimeira no Mediterrâneo
O presidente turco, Tayyip Erdogan, propôs uma cimeira de países mediterrânicos para resolver as várias disputas territoriais na região.

“Mundo vai numa direção perigosa”
O secretário-geral da ONU, António Guterres, alertou no arranque dos trabalhos que a tensão entre os EUA e a China está a levar o Mundo “numa direção perigosa”. “Temos de evitar uma nova Guerra Fria”, apelou.
Ver comentários