Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Donald Trump descontou 70 mil dólares em despesas de cabeleireiro ao longo de 11 anos, revela investigação

Investigação divulgada pelo New York Times revela dados fiscais do magnata ao longo de 20 anos.
Correio da Manhã e Lusa 28 de Setembro de 2020 às 17:15
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
A investigação do jornal norte-americano The New York Times aos dados fiscais do preside nte dos EUA Donald Trump vieram abalar a imagem do magnata. 

Os dados financeiros do presidente nos últimos 20 anos foram avaliados ao pormenor, nomeadamente, a fuga aos impostos ao longo de 10 anos. O jornal The Guardian analisou agora os números e em que gasta o presidente norte-americano a sua fortuna. 

Um dos dados mais curiosos é o valor que Trump gasta no cabelo. 70 mil dólares foram declarados como despesas pelo presidente para estilizar o seu cabelo na sua aparição televisiva durante "O Aprendiz", decorrido entre 2004 e 2015. E as despesas capilares não se ficam por aqui: Ivanka Trump descontou uma soma de 95.464 dólares em impostos para cabeleireiros e maquilhadores. 

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pagou apenas 750 dólares (645 euros) em impostos federais em 2016, ano em que foi eleito, e outro tanto em 2017, segundo uma investigação este domingo divulgada pelo New York Times.

Trump rejeitou a investigação do New York Times (NYT) numa conferência de imprensa na Casa Branca no domingo, considerando o trabalho uma "notícia falsa", e garantiu ter pago impostos, embora não tenha dado pormenores.

Ao contrário de todos os seus antecessores desde os anos 1970, Donald Trump, cujo grupo familiar não está cotado na bolsa de valores e que fez da sua fortuna um argumento de campanha, recusa-se a publicar as suas declarações de rendimentos e trava uma batalha jurídica para impedir a sua divulgação.

Esta falta de transparência tem alimentado especulação sobre a extensão da sua fortuna ou potenciais conflitos de interesses.


Ver comentários