Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Donald Trump impõe novo travão à imigração

Administração diz que medida abre 525 mil empregos para trabalhadores americanos.
Ricardo Ramos 24 de Junho de 2020 às 08:30
Presidente norte-americano foi acusado de usar a pandemia como desculpa para reforçar a sua política anti-imigração
Trump contra vandalismo
Presidente norte-americano foi acusado de usar a pandemia como desculpa para reforçar a sua política anti-imigração
Trump contra vandalismo
Presidente norte-americano foi acusado de usar a pandemia como desculpa para reforçar a sua política anti-imigração
Trump contra vandalismo
O presidente norte-americano Donald Trump anunciou esta terça-feira a suspensão de concessão de novos vistos de imigração a várias categorias de trabalhadores estrangeiros, numa medida que visa impulsionar a contratação de mais de meio milhão de americanos para ajudar na recuperação da economia após a pandemia. A decisão é, no entanto, vista como uma medida eleitoralista e conta com a oposição de várias organizações patronais e de multinacionais tecnológicas como a Microsoft Google e Facebook, que estão entre os principais afetados pela medida.

O decreto de Trump suspende até final do ano a concessão de novos vistos de imigração, entre outras, na categoria H-1B, referente a trabalhadores altamente qualificados, e na categoria H-2B, que diz respeitos a trabalhadores sazonais nas áreas da construção, hotelaria e restauração. Os trabalhadores agrícolas não estão abrangidos.

A Casa Branca alega que a suspensão vai libertar 525 mil empregos para trabalhadores americanos, mas vários setores afetados, incluindo os grandes gigantes tecnológicos, garantem que não existe suficiente pessoal qualificado nos EUA para suprir a procura, enquanto os ativistas dos direitos cívicos acusam o presidente de usar a pandemia como desculpa para reforçar ainda mais a sua política anti-imigração.

Penas pesadas por derrubar estátuas
Trump anunciou que vai assinar uma ordem executiva para proteger estátuas e outros monumentos históricos que têm estado na mira dos manifestantes contra o racismo. “Não vão deitar abaixo as nossas estátuas”, afirmou Trump, prometendo “penas pesadas” para este tipo de ataques horas depois de um grupo de manifestantes ter tentado, sem sucesso, derrubar uma estátua do presidente Andrew Jackson em frente à Casa Branca.
Donald Trump presidente Casa Branca Microsoft Google Facebook questões sociais política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)