Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

"É assim que vai ser": Médico simula últimos momentos de vida de um paciente com coronavírus

Kenneth Remy, médico numa unidade de terapia intensiva nos EUA, gravou a simulação da preparação de um paciente para intubação.
Correio da Manhã 26 de Novembro de 2020 às 15:07
Dr. Kenneth Remy
Dr. Kenneth Remy FOTO: Direitos Reservados / Twitter
Um médico a trabalhar nos cuidados intensivos de um hospital nos EUA decidiu mostrar e sensibilizar as pessoas sobre as últimas imagens que um paciente vê ao morrer com Covid-19.

O Dr. Kenneth Remy, médico numa unidade de terapia intensiva do Missouri Baptist Medical Center, em St Louis, simulou a preparação de um paciente com coronavírus para intubação e aproveitou para captar o momento, numa tentativa de sensibilizar a população.

"Não quero ser a última pessoa a olhar para os vossos olhos assustados", escreveu o médico na sua conta na rede social Twitter.


O profissional de saúde surge a utilizar óculos de proteção, luvas e máscara facial enquanto agarra num laringoscópio e num tubo respiratório, utilizado para intubar um paciente grave com Covid-19.

"É assim que uma pessoa fica quando respira 40 vezes por minuto e tem um nível de oxigénio que cai abaixo de 80. É assim que vai ser. Espero que os últimos momentos da vossa vida não sejam assim", lamentou o médico.

Com esta demonstração, Remy pretende sensibilizar e reforçar mais uma vez a importância da utilização da máscara, da manutenção do distanciamento social e da lavagem frequente das mãos de forma a evitar a propagação do vírus.

"Asseguro-vos de que isto é o que a vossa mãe, ou o vosso pai ou os vossos filhos verão no fim de vida. Isso é sério", alertou o médico.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
EUA Covid-19 Dr. Kenneth Remy saúde doenças questões sociais unidade cuidados intensivos
Ver comentários