Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Eduardo dos Santos vai depor por escrito

José Filomeno Zenu dos Santos e ex-governador do Banco Nacional de Angola, Valter Filipe, são acusados de tráfico de influências, burla e branqueamento de capitais.
Marco Fonseca Pereira 10 de Dezembro de 2019 às 08:55
Decorreu ontem no Supremo Tribunal a primeira sessão do julgamento do filho do ex-presidente de Angola
Zenu e Valter Filipe são suspeitos de peculato e branqueamento de capitais
Decorreu ontem no Supremo Tribunal a primeira sessão do julgamento do filho do ex-presidente de Angola
Zenu e Valter Filipe são suspeitos de peculato e branqueamento de capitais
Decorreu ontem no Supremo Tribunal a primeira sessão do julgamento do filho do ex-presidente de Angola
Zenu e Valter Filipe são suspeitos de peculato e branqueamento de capitais
O antigo presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, vai depor por escrito no julgamento do seu filho Zenu e do ex-governador do Banco Nacional de Angola (BNA), Valter Filipe, que esta segunda-feira começou em Luanda. O pedido foi feito pelo advogado deste último e aceite pelo presidente do coletivo, João Pitra.

Em causa está a transferência de 452 milhões de euros do BNA para uma conta do Crédit Suisse em Londres do Fundo Soberano de Angola, na altura presidido por José Filomeno Zenu dos Santos. Os factos terão ocorrido em setembro de 2017, mas como a ordem de transferência foi ‘verbal’, o registo da passagem do dinheiro apenas foi lançado nos registos do BNA em dezembro.

O objetivo desta transferência seria a constituição de um "fundo estratégico" no valor de 32 mil milhões de euros destinados a impulsionar investimentos em Angola.

Para além de Zenu e de Valter Filipe, estão também no banco dos réus o empresário Jorge Gaudens e o diretor do BNA, António Samalia Bule.

O advogado de Zenu, António Gentil Simão, responsabilizou o BNA e afirmou que a investigação ignorou pistas sobre a instituição. Na primeira sessão do julgamento, Simão contestou as acusações de tráfico de influência, burla e branqueamento de capitais, imputadas a Zenu, e atribuiu a culpa ao ex-governador do BNA e aos "lobos com pele de cordeiro" que se aproveitaram da "ingenuidade angolana".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)