Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

"Ele cortou a mamã": crianças veem mãe e irmã morrer às mãos do pai

Homem de 39 anos degolou as duas mulheres e pôs-se em fuga, tendo sido capturado por vizinhos.
3 de Junho de 2020 às 13:23
Homem matou a mulher e a própria filha
Homem matou a mulher e a própria filha
Homem matou a mulher e a própria filha
Homem matou a mulher e a própria filha
Homem matou a mulher e a própria filha
Homem matou a mulher e a própria filha
Homem matou a mulher e a própria filha
Homem matou a mulher e a própria filha
Homem matou a mulher e a própria filha

Um homem inglês, de 39 anos, foi detido depois de ter matado a mulher e a filha mais velha de ambos à facada, em casa da família, na localidade de Salisbury, Wiltshire, Reino Unido. O alerta para o crime foi dado pelas filhas mais novas do casal, de cinco e seis anos, que gritaram "Ele cortou a mamã! Ele cortou a mamã!", alertando os vizinhos para o que havia sucedido.

Segundo testemunhas, tudo aconteceu pouco antes das 15h00 desta terça-feira. Assim que se ouviram os gritos e choro das crianças, um grupo de moradores acorreu imediatamente a casa do casal para ver o que se passava e encontrou um verdadeiro banho de sangue. Marcin Zdun, de 39 anos, degolou a filha mais velha, Nikoleta e, em seguida, a própria mulher, Aneta, de 40 anos. Deixou Aneta ainda em agonia deitada no chão e pôs-se em fuga, tendo sigo intercetado e capturado por vizinhos, que depois o entregaram à polícia.

"Ouvimos gritos aterradores vindos do interior da casa, as crianças a chorar e depois viu-se um homem a fugir. Foi perseguido por pessoas aqui do bairro, que o conseguiram apanhar e ficaram a aguardar que a polícia chegasse para o deter", conta um dos vizinhos da família.

Outro residente conta que a mãe das crianças, Aneta, estava ainda viva quando o marido fugiu.  O homem, militar reformado, conta que tentou salvar a mulher. "Foi a última ir, lutou muito. Mas não havia muito a fazer, havia sangue por todo o lado. Ela ainda tentava gritar pelas filhas, temia que ele tivesse feito o mesmo às crianças. Nós e os paramédicos tentámos parar a hemorragia, sem sucesso", conta Gary Smith, de 77 anos, ao diário The Sun.

No local do crime já está instalado um memoria às vítimas, onde a população local tem deixado flores, velas e mensagens.

A polícia de Wiltshire disse em comunicado que o suspeito foi imediatamente detido, com ajuda de populares, e garantiu que os habitantes daquele bairro estão em segurança. "Reiteramos que foi feita uma detenção e não há qualquer perigo para a comunidade. Estamos a passar todas as provas a pente fino", garantiram as autoridades, que recolheram a arma do crime, uma faca, do telhado. Não se sabe para já o que terá motivado o crime macabro, mas alguns vizinhos garantem que o casal estava a viver em casas separadas há algumas semanas.

Marcin foi detido e está acusado de dois crimes de homicídio, encontrando-se a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Ver comentários