Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

"Ele devia ter-me matado": Pai do jovem atirador do Texas lamenta massacre cometido pelo filho

Afirmou que o jovem era "uma boa pessoa" e desconhece a razão pela qual Salvador se tornou violento.
Correio da Manhã 27 de Maio de 2022 às 12:01
Pai de Salvador Ramos
Pai de Salvador Ramos FOTO: Direitos Reservados/Twitter
O pai de Salvador Ramos, o jovem que matou 21 pessoas num tiroteio numa escola primária em Uvalde, no Texas, EUA, afirmou que não esperava que o filho fizesse "algo assim" e lamentou tudo o que aconteceu. "Ele devia ter-me matado, em vez de fazer isto", disse o homem, de 42 anos, que tem o mesmo nome que o filho em entrevista ao The Daily Beast.

Salvador Ramos estava a trabalhar no dia do tiroteio e só soube o que tinha acontecido quando a própria mãe, também atingida a tiro pelo jovem, lhe ligou a contar. Em pânico, o homem ligou para a prisão local para saber se o seu filho se encontrava lá.

"Eles mataram o meu filho", disse Salvador. 

O homem afirmou que o jovem era "uma boa pessoa" e desconhece a razão pela qual Salvador se tornou violento. No entanto, o pai disse que notou uma mudança no filho nos últimos meses.

Salvador tinha uma relação distante com a mãe. Ramos admitiu ainda ter passado pouco tempo com o filho nos últimos tempos, por estar a trabalhar fora de Uvalde. Os dois não se viam há cerca de um mês. "A minha mãe disse-me que ele provavelmente também me teria alvejado, porque ele costumava dizer que eu não o amava", revelou.

"Nunca mais vou ver o meu filho, tal como eles nunca mais vão ver os deles. E isso magoa-me", acrescentou.
Salvador Ramos Uvalde Texas EUA crime lei e justiça questões sociais crime polícia
Ver comentários
}