Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Elefante grávida morre após comer fruta com cartuchos de fogo de artifício na Índia

Moradores espalham frutas com fogos de artifício para desencorajar os animais a danificar as culturas.
Correio da Manhã 4 de Junho de 2020 às 07:21
Elefante grávida morre depois de comer fruta com cartuchos de fogo de artifício na Índia
Elefante grávida morre depois de comer fruta com cartuchos de fogo de artifício na Índia FOTO: Direitos Reservados / Twitter

Uma fêmea de elefante grávida morreu na Índia, aparentemente depois de comer algumas frutas contendo cartuchos de fogo de artifício que explodiram na boca, abrindo uma investigação criminal sobre suspeita de crueldade contra animais, informaram as autoridades florestais.

O incidente provocou indignação nas meios sociais depois de um oficial da área florestal, Mohan Krishnan, ter publicado um pedido de desculpas emocionado, dirigido ao elefante a 30 de maio. Na publicação, o oficial referiu que o animal morreu por comer um abacaxi ou outra fruta recheada com cartuchos de fogo de artifício.

As autoridades florestais revelaram que o incidente aconteceu no dia 23 de maio no distrito de Palakkad, a sul da Índia, perto de terras agrícolas, onde, por vezes, os moradores espalham frutas com fogos de artifício para desencorajar os animais a danificar as culturas.

A fêmea grávida saiu do Parque Nacional Silent Valley para procurar comida quando o incidente aconteceu.

Mais tarde, as autoridades florestais encontraram o elefante a refrescar-se num riacho, mas quando os habitantes locais tentaram tirá-lo da água para levá-lo para um centro de tratamento, o animal caiu e morreu.

"Sabemos apenas que a lesão (no elefante) foi causada por alguma substância explosiva", informou o oficial florestal Sunil Kumar.

Os autores podem enfrentar acusações de crueldade contra animais que podem ir de multas até pena de prisão.

A Índia tem a maior população mundial de elefantes asiáticos, mas são classificados como espécie em extinção.

Os incidentes entre humanos e animais não são incomuns, já que os elefantes costumam dispersar no território em busca de comida.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)