Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Enfermeira que recusou reforma para combater pandemia morreu de Covid-19

'Miss Betty' acreditava que a comunidade precisava dos seus serviços e preferiu manter-se a trabalhar.
Correio da Manhã 19 de Janeiro de 2021 às 12:12
Betty Grier Gallagher
Betty Grier Gallagher FOTO: Facebook
Betty Grier Gallagher, uma enfermeira reformada que se recusou a manter-se na reforma para ajudar na luta contra a pandemia, morreu vítima da Covid-19. 

A enfermeira trabalhava no turno da noite no centro médico Coosa Valley, no estado norte-americano do Alabama, porque queria ajudar as enfermeiras mais jovens e ensiná-las. 

'Miss Betty', como era carinhosamente tratada, adorava ser "caixa de ressonância, terapeuta pessoal e mãe do trabalho" dos seus colegas e não quis ficar em casa quando a pandemia começou. Considerava que a comunidade precisava de si e decidiu manter-se a trabalhar. 

Em dezembro de 2020, a Covid-19 obrigou-a a ficar em casa e no dia 10 de janeiro, a um dia de completar 79 anos, Betty sucumbiu à doença. 

A enfermeira levava já uma carreira de 50 anos e acreditava que era seu dever ser mentora dos colegas mais novos.
Betty Grier Gallagher Covid-19 questões sociais saúde doenças doenças contagiosas
Ver comentários