Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Espanha levanta quarentena para turistas estrangeiros a partir de 1 de julho

Decisão foi tomada numa reunião interministerial, realizada hoje por videoconferência.
Lusa 25 de Maio de 2020 às 15:02
Coronavírus Espanha
Coronavírus Espanha FOTO: Reuters
Espanha irá levantar a quarentena para turistas estrangeiros a partir de 01 de julho, divulgou esta segunda-feira o governo espanhol, que dá assim um novo passo no alívio das restrições impostas por causa da doença covid-19.

A decisão foi tomada numa reunião interministerial, realizada esta segunda-feira por videoconferência, que contou com a participação das vice-presidentes do executivo espanhol, Teresa Ribera e Nadia Calviño, e da ministra dos Negócios Estrangeiros, Arancha González Laya.

Também assistiram à reunião os ministros das pastas da Segurança Interna (Fernando Grande-Marlaska), Transportes (José Luis Abalos), Saúde (Salvador Illa) e da Indústria, Comércio e Turismo (Reyes Maroto).

O encontro interministerial foi convocado para analisar, em particular, o levantamento da quarentena para visitantes estrangeiros e as possíveis e necessárias medidas a adotar pelo setor do turismo de forma a organizar a futura temporada de verão e garantir as férias de milhões de pessoas em Espanha.

Numa mensagem publicada nas redes sociais, a chefe da diplomacia espanhola confirmou que os turistas estrangeiros poderão começar a entrar no território espanhol a partir de 01 de julho, altura em que o turismo internacional irá começar "gradualmente" a ser reativado com as condições de segurança sanitárias necessárias.

"O mais difícil ficou para trás", afirmou a ministra, que publicou a mesma mensagem em inglês.

"Estamos ansiosos para lhe dar as boas-vindas", concluiu Arancha González Laya, dirigindo-se diretamente aos visitantes estrangeiros.

Com 28.752 mortos e mais de 235 mil casos de infeção pelo novo coronavírus, Espanha é um dos países europeus mais afetados pela atual pandemia.

As zonas espanholas mais atingidas pela pandemia da doença covid-19 - Madrid, Barcelona e Castela e Leão -- passaram hoje à "fase um" de um processo de alívio das medidas restritivas impostas no âmbito do combate ao novo coronavírus.

Estas regiões, onde está cerca de 30% da população de Espanha, juntam-se às restantes que, desde há duas semanas, já permitiam, por exemplo, a abertura de esplanadas com uma ocupação até 50% da sua capacidade ou a reunião no exterior ou em casa de até 10 pessoas, desde que sejam respeitadas as regras de distanciamento social.

Desde que o novo coronavírus foi detetado na China, em dezembro do ano passado, a pandemia da doença covid-19 já provocou quase 345 mil mortos e infetou mais de 5,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço da agência de notícias France Presse (AFP).

Mais de 2,1 milhões de doentes foram considerados curados.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)