Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Espanha prolonga até 16 de fevereiro limitações a voos do Reino Unido devido à Covid-19

Executivo espanhol considera necessário manter medidas até ser conhecido o impacto da nova variante britânica da covid-19.
Lusa 26 de Janeiro de 2021 às 15:39
Aeroporto Espanha
Aeroporto Espanha FOTO: Getty Images
A Espanha decidiu esta terça-feira prolongar, pela terceira vez, até 16 de fevereiro próximo as limitações à chegada de aviões e barcos vindos do Reino Unido, devido à situação epidemiológica naquele país e à variante da covid-19 ali detetada.

Os voos entre os aeroportos do Reino Unido e Espanha, com ou sem paragens intermédias, "só podem ser efetuados quando são aviões que transportam exclusivamente nacionais espanhóis ou andorranos, ou residentes em Espanha ou Andorra", explicou em conferência de imprensa o Ministro da Saúde, Salvador Illa, no final do Conselho de Ministros.

O executivo espanhol considera necessário manter estas medidas até ser conhecido o impacto da nova variante britânica da covid-19 na evolução da pandemia e, especialmente, no que pode afetar o país.

Avisa ainda que, dependendo da evolução da pandemia e especialmente das decisões que possam ser tomadas de forma coordenada na União Europeia, o Ministério da Saúde pode levantar estas limitações antes do fim do prazo estipulado.

A atual e segunda prorroga da decisão inicial para limitar a partir de 22 de dezembro último as chegadas de voos e barcos do Reino Unido está em vigor até às 18.00 do próximo 02 de fevereiro e com a decisão de hoje a mesma é prolongado até à mesma hora a 16 de fevereiro.

O governo espanhol decidiu em 21 de dezembro último, de forma coordenada com Portugal, suspender os voos vindos do Reino Unido a partir do dia seguinte, exceto para os cidadãos espanhóis ou residentes neste país ou em Andorra.

A Espanha registou no último fim de semana (três dias de sexta a segunda-feira) 93.822 novos casos de covid-19, o maior incremento num fim de semana desde o início da pandemia, elevando para 2.593.382 o total de infetados até agora no país.

As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 767 mortes durante esse período atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 56.208.

O nível de incidência acumulada (pessoas contagiadas) em Espanha continua a aumentar, passando de sexta para segunda-feira de 829 para 885 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As regiões com os níveis mais elevados são as da Extremadura (1.381), Múrcia (1.372), Comunidade Valenciana (1.340), Castela e Leão (1.352), La Rioja (1.266) e Castela-Mancha (1.248).

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.140.687 mortos resultantes de mais de 99,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 10.469 pessoas dos 636.190 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Espanha Portugal Reino Unido Covid-19 Andorra questões sociais política saúde governo (sistema)
Ver comentários