Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Espanha prolonga até fevereiro limitações a voos do Reino Unido devido à Covid-19

Medida deve-se a situação epidemiológica no Reino Unido e à variante britânica do novo coronavírus.
Lusa 12 de Janeiro de 2021 às 15:18
Avião
Avião FOTO: Getty Images
A Espanha decidiu esta terça-feira prolongar até 02 de fevereiro próximo as limitações à chegada de aviões e barcos vindos do Reino Unido, devido à situação epidemiológica naquele país e à variante britânica da covid-19.

O ministro da Saúde espanhol, Salvador Illa, explicou em conferência de imprensa, depois do primeiro Conselho de Ministros do novo ano, que a decisão de alargar a limitação se deve à situação epidemiológica no Reino Unido e à variante britânica do novo coronavírus que que transmite a doença de forma mais rápida.

A limitação à chegada de aviões e navios do Reino Unido a Espanha deveria expirar a 19 de Janeiro.

O governo espanhol decidiu em 21 de dezembro último, de forma coordenada com Portugal, suspender os voos vindos do Reino Unido a partir do dia seguinte, exceto para os cidadãos espanhóis ou residentes neste país ou em Andorra.

Espanha está preocupada com o aumento dos casos de covid-19 no país depois das féria de Natal.

O país registou desde sexta-feira até segunda-feira 61.422 novos casos de covid-19, elevando para 2.111.782 o total de infetados, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 401 mortes durante o fim de semana atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 52.275.

O nível de incidência acumulada (pessoas contagiadas) em Espanha teve um aumento significativo nos últimos dias, passando de sexta-feira para hoje de 350 para 436 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As regiões com os níveis mais elevados são a da Extremadura (1.022), Baleares (598), Madrid (596), La Rioja (558) e Catalunha (524).

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.945.437 mortos resultantes de mais de 90,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 7.925 pessoas dos 489.293 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Ver comentários