Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Especialistas acreditam que gás utilizado na produção de viagra pode ajudar no tratamento do coronavírus

Óxido nítrico poderá fornecer oxigénio aos vasos sanguíneos nos pulmões e evitar que os doentes precisem de ventiladores.
Correio da Manhã 9 de Abril de 2020 às 08:38
Viagra é um medicamento pioneiro na moderna terapêutica da disfunção eréctil masculina
Viagra é um medicamento pioneiro na moderna terapêutica da disfunção eréctil masculina FOTO: Getty Images

Os médicos estão a estudar se um gás utilizado na produção do viagra pode ajudar no tratamento do novo coronavírus. 

O óxido nítrico, também conhecido como monóxido de nitrogénio, é um gás incolor que ajuda a dilatar os vasos sanguíneos, o que, por sua vez, leva ao aumento da quantidade de oxigénio que flui pelo corpo. Utilizado para tratar recém-nascidos com defeitos cardíacos, o medicamento foi depois desenvolvido para a disfunção erétil, originando o conhecido Viagra. 

Segundo a publicação Daily Mail, os cientistas de três estados dos EUA e de três países europeus estão agora a testar se o mesmo gás poderá fornecer oxigénio aos vasos sanguíneos nos pulmões, evitando assim que os pacientes precisem de ventiladores.

Os médicos esperam que o tratamento, que será realizado duas vezes ao dia, durante duas semanas, mate o vírus e ajude a mitigar os danos nos pulmões. 

Um primeiro estudo sugere que os pacientes com coronavírus, com casos leves a moderados, inalem óxido nítrico através de uma máquina de por 20 a 30 minutos por dia e duas vezes por dia durante duas semanas. Os investigadores esperam que o gás mate o vírus nos pulmões, mitigue os danos causados ??nos mesmos e reduza o número de pacientes que precisam do ventilador.

Um segundo estudo foi também proposto, desta vez com profissionais de saúde que estão frequentemente expostos a pacientes com coronavírus, no qual os mesmos inalariam uma dose alta de óxido nítrico durante 10 a 15 minutos no início e no final de cada turno. 

"Temos uma confiança tremenda em que esta terapia alterará os efeitos devastadores do Covid-19, mas devemos testá-lo", afirmou Keith Scott, professor de pediatria, cirurgia e medicina na Universidade Estadual da Saúde da Louisiana, num comunicado.

"Se os resultados forem promissores, e como o gás já foi aprovado pela FDA, o uso generalizado pode começar imediatamente", confessou.

O óxido nítrico foi considerado muito importante ao ser nomeado Molécula do Ano na revista Science em 1992. Os médicos usam misturas de óxido nítrico e oxigénio em cuidados intensivos para dilatar os vasos sanguíneos e tratar bebés com defeitos congénitos. O óxido nítrico é também administrado a pacientes com diabetes, que possuem baixos suprimentos da molécula, o que pode levar a danos vasculares.

O gás foi igualmente testado em pacientes durante a pandemia 2002-2003 da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), que é prima do novo vírus.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)