Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Amostras de sangue de doentes recuperados da Covid-19 indicam resposta imunitária forte e de longa duração

Imunidade poderá durar anos, segundo estudo.
Correio da Manhã 29 de Novembro de 2020 às 16:47
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Nuno André Ferreira
É a pergunta cuja resposta todos querem saber. Afinal, quanto tempo poderá durar a imunidade ao novo coronavírus?

Um novo estudo que avaliou amostras de sangue de doentes recuperados da Covid-19 indica que mesmo após oito meses da infeção, a maioria dos infetados mantém células de imunidade para prevenir uma reinfeção. Estas mesmas células poderão persistir nos nossos corpos anos ou mesmo décadas.

Segundo o jornal The New York Times, o estudo "publicado online, não foi revisto por pares nem publicado num jornal científico, mas é o estudo mais abrangente e de longa duração da memória imunológica ao coronavírus até hoje".

Numa altura em que a duração da imunidade dada pela vacina ainda é uma incógnita, estas descobertas poderão ser essenciais.

A mesma pesquisa indica ainda que sobreviventes de Síndromes respiratórias agudas, causadas por outro coronavírus, podem ainda ser portadores de células imunitárias importantes durante 17 anos.

Apenas uma pequena amostra das pessoas do estudo não tiveram uma imunidade de longa duração após recuperarem, podendo ter a ver com a quantidaade viral a que estiveram expostas.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 saúde
Ver comentários