Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Ex-presidente francês Nicolas Sarkozy condenado a três anos de cadeia por corrupção e tráfico de influências

Antigo presidente foi considerado culpado no caso de "espionagem", que eclodiu em 2014, dois anos depois de deixar o Palácio do Eliseu.
Correio da Manhã 1 de Março de 2021 às 13:15
Sarkozy
Sarkozy
O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy foi esta segunda-feira condenado a três anos de cadeia, com dois anos de suspensão, por corrupção e tráfico de influências no escândalo das escutas telefónicas.

O ex-presidente, de 65 anos e que exerceu o cargo entre 2007 e 2012, foi julgado em conjunto com Herzog, também de 65 anos, e o juiz Gilbert Azibert. Terão prometido, em 2017, um posto no Conselho de Estado do Mónaco se este magistrado, que estava então no Supremo, ajudasse na investigação do designado "caso Bettencourt", referência à investigação ao financiamento ilegal da campanha presidencial de 2007 pela mulher mais rica da França, a herdeira da L'Oreal Liliane Bettencourt.

Sarkozy, que liderou a França de 2007 a 2012, negou qualquer delito, dizendo que foi vítima de uma caça às bruxas por promotores financeiros que usaram meios excessivos para bisbilhotar seus negócios.

Reformado da política, mas ainda influente entre os conservadores, Sarkozy tem 10 dias para apelar da decisão. Este é o segundo ex-presidente da França moderna, depois do falecido Jacques Chirac, a ser condenado por corrupção.
Ex-presidente Nicolas Sarkozy
Ver comentários