Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Ex-presidiária infetada com coronavírus consegue romper bloqueios em Wuhan e viajar até Pequim

Mulher tinha sintomas desde 18 de fevereiro.
Lusa 27 de Fevereiro de 2020 às 07:37
Coronavírus
Coronavírus
Coronavírus
Coronavírus
Coronavírus
Coronavírus
Uma mulher que saiu recentemente da prisão e que está infetada pelo coronavírus Covid-19 conseguiu viajar mais de 1.100 quilómetros desde Wuhan até Pequim, infringindo as medidas de quarentena, informou esta quinta-feira a imprensa local.

Segundo o jornal estatal Global Times, a mulher, de sobrenome Huang e natural de Pequim, regressou à capital chinesa num carro conduzido por familiares no mesmo dia em que saiu da prisão, em Wuhan, cidade onde se propagou o novo coronavírus.

A mulher, que desde 18 de fevereiro tinha febre e dores de garganta, e acabou ser diagnosticada em Pequim, ficou desde sábado até segunda-feira num bairro no sul da capital, o Xinyijiayuan.

Ex-presidiária Pequim Wuhan Covid-19
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)