Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Família de nove pessoas morre após refeição de noodles congelados

Alimento estava contaminado com ácido bongcréquico, que é altamente tóxico.
Correio da Manhã 21 de Outubro de 2020 às 08:36
Noodles
Noodles FOTO: Getty Images
Nove pessoas da mesma família morreram após comer noodles, localmente conhecidos como Suantangzi, que estavam no congelador há cerca de um ano.

A notícia avança que a família, da cidade de Jixi, na China, sofreu uma intoxicação alimentar após comer o alimento fermentado contaminado com ácido bongcréquico, que é altamente tóxico e apresenta uma taxa de de mortalidade de 40 a 100%. 

Os sintomas de envenenamento por ácido bongcréquico geralmente começam algumas horas após a ingestão de alimentos contaminados e incluem dor de estômago, suor excessivo e fraqueza geral. Quem seja envenenado com esta toxina pode rapidamente ficar em coma e a morte pode ocorrer em 24 horas. Atualmente não há nenhum medicamento que possa reverter o envenenamento. Uma vez ingerida a toxina, a probabilidade de morte é de 40 a 100% sendo o fígado, rins, coração e cérebro os orgãos que mais danos sofrem.

O Suantangzi - iguaria local chinesa - foi consumido a 5 de outubro e sete dos nove elementos morreu cinco dias depois. A oitava morte foi confirmada no dia 12 e esta segunda-feira morreu o novo elemento da família.

Da família sobreviveram três crianças que se tinham recusado a comer os noodles por não terem gostado do sabor da refeição.
Suantangzi saúde condição física questões sociais morte
Ver comentários