Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

FBI mostra retratos pintados por serial killer para tentar identificar as suas vítimas

Samuel Little é suspeito de ter assassinado 90 mulheres. Autoridades não sabem quem são grande parte das vítimas
14 de Fevereiro de 2019 às 11:29
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
Samuel Little é suspeito de 90 homicídios nos EUA
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
Samuel Little é suspeito de 90 homicídios nos EUA
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
'Serial killer' americano pintou retratos das suas vítimas
Samuel Little é suspeito de 90 homicídios nos EUA

Samuel Little pode vir a tornar-se o assassino em série mais mortífero de sempre nos Estados Unidos. Condenado a três penas de prisão perpétua, pelo homicídio de três mulheres, confessou às autoridades ser o autor de pelo menos 90 crimes semelhantes. Números que deixam os investigadores do FBI alarmados, até porque não fazem ideia de quem são as outras vítimas.

Os crimes aconteceram entre 1970 e 2005, quando Little foi, finalmente, detido O homem confessou os crimes e pintou, de memória retratos das mulheres que matou. São estas imagens que o FBI divulga agora, na tentativa de que familiares ou amigos possam reconhecer as mulheres e identificá-las.

Samuel Little matou por toda a América. Atacou, sobretudo, mulheres em posição vulnerável, prostitutas ou viciadas em drogas. Esteve preso em várias ocasiões na sua vida, mas só se percebeu que se tratava de um assassino em série quando, em 2012, os testes de DNA demonstraram que tinha sido ele a estrangular três mulheres na Califórnia, no final dos anos 80. Foi condenado a prisão perpétua por estas mortes, em 2014. Preso na Califórnia, Samuel tem 78 anos e o seu estado de saúde é considerado precário.

Quando já estava detido Little começou a revelar os outros crimes. Confessou pelo menos 90. Até agora, a as autoridades confirmaram que ele foi o autor de 34 homicídios. Mas muitos mais aguardam validação.

Samuel Little Estados Unidos FBi América DNA Califórnia crime lei e justiça homicídio morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)