Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Fez sete filhos à enteada

O alemão acusado de ter feito sete filhos à enteada admitiu ontem, em tribunal, ser o pai das crianças, mas negou ter abusado sexualmente daquela ao longo de mais de duas décadas.
16 de Fevereiro de 2011 às 00:30
Detlef
Detlef FOTO: Torsten Silz/Reuters

Conhecido como o ‘Fritzl alemão’, numa alusão ao austríaco condenado a prisão perpétua em 2009 por ter mantido cativa a filha Elisabeth e lhe ter feito, também, sete filhos, Detlef S., de 48 anos, começou ontem a ser julgado em Koblenz, na região ocidental da Alemanha.

O arguido, detido desde Agosto do ano passado, é ainda acusado de ter abusado de uma das filhas e de um enteado, Bjoern B., bem como de ter forçado as duas filhas a prostituírem-se. Se for condenado, Detlef arrisca uma pena de mais de 15 anos de prisão. O alemão é ainda suspeito de ter matado o oitavo filho que teve com a enteada, que terá morrido com poucos meses de vida. Os abusos ocorreram na casa da família, em Fluterschen, entre 1987 e 2010.

Entretanto, na Áustria, as autoridades de Amstetten decidiram selar a casa onde Josef Fritzl manteve a filha cativa durante 24 anos, depois de grupos de jovens terem invadido o local para realizar festas. Segundo a imprensa, o local, que se encontra ao abandono, está infestado de ratazanas e tem vestígios de drogas e garrafas partidas.

Ver comentários