Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Filho de José Eduardo dos Santos na cadeia por golpe de milhões

Transferência de 500 milhões para conta de banco em Londres investigada.
Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 25 de Setembro de 2018 às 01:30
José Filomeno dos Santos
José Filomeno dos Santos
José Filomeno dos Santos
José Filomeno dos Santos
José Filomeno dos Santos
José Filomeno dos Santos
O filho do ex-presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, foi esta segunda-feira detido e colocado em prisão preventiva na cadeia/hospital de São Paulo, em Luanda. José Filomeno dos Santos, conhecido por 'Zenu' é acusado de associação criminosa, falsificação, burla, tráfico de influências e branqueamento de capitais, no chamado "caso dos 500 milhões", que ocorreu em setembro de 2017 quando 'Zenu' era presidente do Fundo Soberano de Angola (FSDEA). O FSDEA foi constituído com ativos de cinco mil milhões de dólares (4,2 mil milhões de euros) injetados pelo estado angolano por ordem de José Eduardo dos Santos.

A transferência de 500 milhões de dólares (426 milhões de euros) para fora de Angola foi autorizada pelo então governador do Banco Nacional, Valter Filipe, para uma conta do Crédit Suisse em nome da Mais Financial Services SA. No entanto a instituição bancária suíça detetou várias irregularidades na documentação que suportava a transferência e recusou creditar o dinheiro. Perante esta recusa 'Zenu' redirecionou a transferência para uma conta do HSBC em Londres. Os alarmes do banco sobre branqueamento de capitais 'dispararam', o que levou as autoridades britânicas a congelarem a conta e a avisarem Luanda.

O Departamento Nacional de Investigação e Ação Penal (DNIAP) abriu então um processo-crime (nº 22/18) que levou à constituição de arguido de 'Zenu' e agora à sua detenção.

Também preso foi o suíço-angolano Jean Claude Bastos de Morais, sócio de 'Zenu' e dono da Quantum Global, sociedade que tinha mandato para administrar três mil milhões, dos cinco mil milhões que tinha o FSDEA. Bastos de Morais foi conduzido à cadeia da Comarca de Viana, o maior estabelecimento prisional de Luanda.

Os 500 milhões já foram devolvidos a Angola e 'Zenu' foi exonerado por João Lourenço.

SAIBA MAIS
30 mil M
O Fundo Estratégico que 'Zenu' queria devia ter cerca de 30 mil milhões de dólares que seriam injetados pelo estado angolano.

Ex-ministro detido
A prisão da 'Zenu' surge três dias depois da detenção do ex- -ministro dos Transportes, Augusto Tomás, que também foi conduzido ao hospital/prisão de São Paulo, acusado de desvio de fundos e peculato relacionado com a gestão do Conselho Nacional de Carregadores, organismo na tutela do ministério dos Transportes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)