Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Filhos matam pai na província angolana do Huambo por acreditarem que era feiticeiro

Idoso foi agredido fisicamente pelos filhos, tendo acabado por morrer devido à gravidade dos ferimentos.
Lusa 3 de Agosto de 2020 às 14:00
Polícia angolana
Polícia angolana FOTO: Getty Images
Dois filhos mataram o pai, de 75 anos, no município de Londuimbali, província angolana do Huambo, por acreditarem que este era feiticeiro, disse hoje à agência Lusa o porta-voz da Polícia local.

Segundo o intendente Martinho Kavita Satito, o idoso foi agredido fisicamente pelos filhos, tendo acabado por falecer devido à gravidade dos ferimentos.

O responsável frisou que os agressores, apesar de identificados, estão em fuga, mas a polícia está a realizar ações para a sua localização.

"São filhos do senhor, que acham que o seu pai é causa das desgraças que têm estado a viver na comunidade, mas o pessoal já está a trabalhar para a sua detenção", referiu, lamentando a situação.

Martinho Kavita Satito frisou que este "não é um caso isolado", destacando que tem havido nas comunidades muitos casos desta natureza, e que o município do Bailundo "é recorrente em relação a isso", com uma média mensal de dois a três crimes do género, nem todos terminando em mortes.

"Na comunidade, se houver um idoso, basta morrer o meu gado, ele é o culpado", realçou.

Huambo Polícia Martinho Kavita Satito Londuimbali morte crime lei e justiça crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)