Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Filma-se a esmurrar e sufocar filho bebé da namorada

Criança de dois anos foi torturada e obrigada a implorar por água. Acabou por morrer no hospital.
Pedro Zagacho Gonçalves 8 de Junho de 2020 às 09:19
Jameson tinha apenas 2 anos
Brian O’Grodnick, de 22 anos, agredia o bebé da namorada com frequência
Jameson tinha apenas 2 anos
Brian O’Grodnick, de 22 anos, agredia o bebé da namorada com frequência
Jameson tinha apenas 2 anos
Brian O’Grodnick, de 22 anos, agredia o bebé da namorada com frequência

Um homem de 22 anos foi detido na localidade de Joplin, no estado norte-americano do Missouri, e está acusado do homicídio de um bebé de apenas dois anos, filho da namorada. Brian O’Grodnick terá agredido violentamente o pequeno Jameson Long e em seguida sufocou-o até este ficar insconsciente. A criança acabou por morrer no hospital.

Segundo os meios de comunicação local, Brian filmou as agressões e torturas à criança, algo que acontecia com frequência. O Joplin Globe relata que, no vídeo, o homem finge que vai dar um murro ao bebé duas vezes, para o assustar, acabando depois por esmurrar mesmo a criança com violência. Em seguida aperta o pescoço do bebé, que diz que tem sede, enquanto obriga a criança a implorar por água e grita "E agora? Já gostas de mim?".

Quando a polícia foi chamada à casa que a mãe do pequeno Jameson partilhava com o namorado, o bebé já não respirava e foi sujeito a manobras de reanimação. Em estado muito-grave, a criança foi levada para o Children’s Mercy Hospital, onde acabou por morrer, este domingo.

Brian O’Grodnick foi logo detido na altura, acusado de maus-tratos infantis e tentativa de homicídio, estando agora já acusado da morte do pequeno Jameson.

Segundo os investigadores, as agressões ao bebé eram habituais e ocorreram durante o mês de abril e maio. No telemóvel do suspeito foram encontrados mais quatro vídeos que mostram as agressões a que o homem sujeitava o bebé. "Nos vídeos é possível observar que a criança tem hematomas e arranhões no rosto, que chora e treme de medo", adiantaram as autoridades, relatando que o bebé era torturado também através de "beliscões, empurrões e palmadas".

A mãe da criança, Graci Simpson, deixou uma mensagem nas redes sociais, quando foi declarado que a criança estava em morte cerebral. "Quero explicar-vos que o Jameson já não está entre nós. Apenas o seu coração ainda funciona, estando em estado muito grave e próximo da morte. Está com respiração assistida, mas estará morto em breve", escreveu. Não se sabe se a mulher tinha conhecimento das agressões a que o namorado sujeitava o filho, mas será uma das linhas a ter em conta pelos investigadores do caso.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)